Azion CLI update

Com o comando azion update [recurso] você pode atualizar:


Terminal window
azion update edge-application --iapplication-id <application_id> [flags]

A flag --application-id especifica o ID da edge application a ser atualizada.

A flag --application-acceleration especifica se a edge application tem o módulo Application Acceleration ativo.

A flag --delivery-protocol especifica o protocolo de entrega da edge application.

A flag --device-detection especifica se a edge application tem a detecção de dispositivos ativada ou não.

A flag --edge-firewall especifica se a edge application tem um Edge Firewall associado ativado ou não.

A flag --edge-functions especifica se a edge application tem o módulo Edge Functions ativo.

A flag --http-port especifica a porta HTTP da edge application. Por padrão, é 80.

A flag --https-port especifica a porta HTTPS da edge application. Por padrão, é 443.

A flag --image-optimization especifica se a edge application tem o módulo Image Processor ativo.

A flag --file especifica o caminho e o arquivo JSON fornecidos para atualizar automaticamente os atributos da edge application. Você pode usar - para ler a partir do stdin.

Exemplo dos atributos dentro de um arquivo JSON:

{
"active": true,
"application_acceleration": false,
"delivery_protocol": "http,https",
"device_detection": false,
"edge_firewall": false,
"edge_functions": false,
"http_port": 80,
"https_port": 443,
"id": 1337,
"image_optimization": false,
"l2_caching": false,
"load_balancer": false,
"minimum_tls_version": "tls_1_1",
"name": "vaivaivai",
"raw_logs": false,
"web_application_firewall": false
}

A flag --l2-caching especifica se a edge application tem o módulo Tiered Cache ativo.

A flag --load-balancer especifica se a edge application tem o módulo Load Balancer ativo.

A flag --min-tls-ver especifica a versão mínima do TLS da edge application.

A flag --name especifica o nome da edge application.

A flag --raw-logs especifica se a edge application tem logs brutos ativados ou não.

A flag --webapp-firewall especifica se o edge firewall associado com a edge application tem Web Application Firewall ativado ou não.

A opção --help exibe mais informações sobre a ação de atualização.


Terminal window
azion update edge-function --function-id <id_da_funcao>

A flag --function-id é o identificador único da edge function.

A flag --name define o novo nome para a edge function.

A flag --active especifica se a edge function deve estar ativa ou não. Aceita true ou false.

A flag --args define o caminho e o nome do arquivo JSON contendo os argumentos da edge function.

A flag --code define o caminho e o nome do arquivo contendo o código da edge function.

A flag --file especifica o caminho do arquivo com os atributos da edge function. Você pode usar - para ler do stdin.

Exemplo dos atributos dentro de um arquivo JSON:

{
"active": true,
"code": "async function handleRequest(request) {\n return new Response(\"Hello!\",\n {\n status:204\n })\n}\naddEventListener(\"fetch\", event =\u003e {\n event.respondWith(handleRequest(event.request))\n})",
"name": "func"
}

A opção --help exibe mais informações sobre o comando azion update edge-function.


Terminal window
azion update rules-engine --rule-id <rule-id> --application-id <application-id> --phase <phase>

A flag --rule-id especifica o identificador único da regra no Rules Engine.

A flag --application-id especifica o identificador único da edge application que implementa essas regras.

A flag --phase especifica a fase do Rules Engine. Pode ser request ou response.

A flag --file especifica o caminho para um arquivo JSON que contém os atributos da regra que será atualizada. Você pode usar - para ler da entrada padrão.

Exemplo dos atributos dentro de um arquivo JSON:

{
"id": 1234,
"name": "UpdatedRule",
"phase": "request",
"behaviors": [
{
"name": "run_function",
"target": "9045"
}
],
"criteria": [
[
{
"variable": "{uri}",
"operator": "starts_with",
"conditional": "if",
"input_value": "/"
}
]
]
}

A flag -h ou --help exibe mais informações sobre o comando azion update rules-engine


Terminal window
$ azion update cache-setting --application-id 1673635839 --cache-setting-id 123123421 --name "phototypesetting"

A flag --application-id define o identificador único para a edge application.

A flag --cache-setting-id define o identificador único para uma configuração de cache.

A flag --name define o nome da configuração de cache que está sendo atualizada.

A opção --adaptive-delivery-action informa a ativação da entrega adaptativa por device group da configuração de cache. O valor padrão é ignore.

A opção --browser-cache-settings configura o tempo que o conteúdo é armazenado em cache no navegador de usuários. O valor padrão é honor.

A opção --browser-cache-settings-maximum-ttl informa o TTL máximo do cache no navegador.

A opção --cache-by-cookies define se o cache por cookies está ativo. O valor padrão é ignore.

A opção --cache-by-query-string define como o conteúdo deve ser armazenado em cache de acordo com variações da query string em URLs. O valor padrão é ignore.

A opção --cdn-cache-settings configura o tempo que as edge applications da Azion armazenam seu conteúdo em cache. Pode respeitar ou substituir os cabeçalhos de cache da origem. O valor padrão é honor.

A opção --cnd-cache-settings-maximum-ttl informa o TTL máximo do cache no edge. O valor padrão é 60.

A opção --cookie-names distingue objetos no cache da Azion pelo nome/valor dos cookies.

A opção --enable-caching-for-options define se o cache de método OPTIONS está ativo. O valor padrão é false.

A opção --enable-caching-for-post define se o cache de método POST está ativo.

A opção --enable-caching-string-sort define se a ordenação de query strings determina a diferença de objetos em cache.

A opção --file especifica o caminho para um arquivo JSON contendo os atributos da configuração de cache que será atualizada. Você pode usar - para ler a partir do stdin.

Exemplo dos atributos dentro de um arquivo JSON:

{
"name": "thename",
"browser_cache_settings": "honor",
"browser_cache_settings_maximum_ttl": 0,
"cdn_cache_settings": "honor",
"cdn_cache_settings_maximum_ttl": 60,
"cache_by_query_string": "ignore",
"query_string_fields": ["aa"],
"enable_query_string_sort": true,
"cache_by_cookies": "ignore",
"cookie_names": ["aa"],
"adaptive_delivery_action": "ignore",
"device_group": [],
"enable_caching_for_post": true,
"l2_caching_enabled": false,
"is_slice_configuration_enabled": false,
"is_slice_edge_caching_enabled": false,
"is_slice_l2_caching_enabled": false,
"slice_configuration_range": null,
"enable_caching_for_options": true,
"enable_stale_cache": true,
"l2_region": null
}

A opção --help exibe mais informações sobre o comando azion update cache-setting.

A opção --l2-caching-enabled define se o Tiered Cache está ativo.

A opção --query-string-fields fornece uma lista de parâmetros de query string a serem considerados na configuração de Cache Settings, segregando o cache para a mesma URL.

A opção --slice-configuration-enabled define se a configuração de Large File Optimization está ativa.

A opção --slice-configuration-range informa o tamanho de cada fragmento do arquivo.

A opção --slice-l2-caching-enabled define se Large File Optimization está ativo para o Tiered Cache.


Atualiza o nome de um domínio e outros atributos com base em um ID fornecido.

Terminal window
azion update domain --domain-id 1234 --name 'Olá'

A flag --domain-id especifica o identificador único do domínio que você deseja atualizar.

A opção --active define o domínio como ativo.

A opção --application-id é o identificador único de uma edge application usada por este domínio.

A opção --cname-access-only define se o domínio deve ser acessado apenas por meio de CNAMEs.

A opção --cnames especifica os CNAMEs do seu domínio.

A opção --digital-certificate-id é o identificador único do certificado digital. Esse valor pode ser um número inteiro ou nulo.

A opção --file especifica um caminho e arquivo JSON para atualizar automaticamente os atributos do domínio. Você pode usar - para ler da entrada padrão.

Exemplo dos atributos dentro de um arquivo JSON:

{
"cname_access_only": true,
"cnames": [
"www.test123.com",
"www.a.com"
],
"id": 1337,
"name": "ZA"
}

A opção --name define o nome do domínio.

A opção -h ou --help exibe mais informações sobre o comando azion update domain.


Terminal window
$ azion update origin --application-id <application-id> --origin-key <origin-key>

A flag --application-id define o identificador único para uma edge application.

A flag --origin-key define o identificador único para uma origem.

A flag --name define o nome da origem que está sendo atualizada.

A flag --addresses passa uma lista de endereços vinculados à origem. Múltiplos endereços devem ser separados por vírgulas.

A flag --host-header especifica o valor do cabeçalho Host do servidor sendo acessado.

A flag --origin-type identifica o tipo da origem. Exemplo: single_origin, load_balancer.

A flag --origin-protocol-policy informa a política de protocolo usada da conexão entre a Azion e a origem.

A flag --origin-path define o caminho a ser anexado à URI ao encaminhar a requisição para a origem. Deixe em branco para usar apenas a URI.

A flag --hmac-authentication especifica se a autenticação HMAC é usada ou não.

A flag --file especifica o caminho para um arquivo JSON contendo os atributos da origem que serão atualizados. Você pode usar - para ler a partir do stdin.

Exemplo dos atributos dentro de um arquivo JSON:

{
"name": "onepiece",
"addresses": [{
"address": "asdfsd.cvdf"
}],
"host_header": "asdfsdfsd.cvdf"
}

A flag --hmac-access-key informa a chave de acesso HMAC.

A flag --hmac-region-name informa o nome da região HMAC.

A flag --hmac-secret-key informa a chave secreta HMAC.

A opção -h ou --help exibe mais informações sobre a ação azion update origin.


Terminal window
azion update variables --variable-id 7a187044-4a00-4a4a-93ed-d2309004019201909321f3 --key 'Content-Type' --value 'json' --secret false

Flags obrigatórias caso a flag --file não seja informada

Seção intitulada Flags obrigatorias caso a flag --file nao seja informada

A flag --variable-id fornece o UUID da variável que está sendo atualizada.

A flag --key fornece a chave da variável.

A flag --value fornece o valor da variável.

A flag --secret indica se o valor deve ser confidencial. O valor padrão é true.

A opção --file informa o caminho do arquivo que contém todos os atributos da variável que está sendo atualizada. Você pode usar - para ler a partir de stdin.

Exemplo dos atributos dentro de um arquivo JSON:

{
"uuid": "32e8ffca-4021-49a4-971f-330935566af4",
"key": "Content-Type",
"value": "json",
"secret": false,
"last_editor": "hunter@hunter.com",
"created_at": "2023-06-13T13:17:13.145625Z",
"updated_at": "2023-06-13T13:17:13.145666Z"
}

A opção --help exibe mais informações sobre o subcomando update.


Terminal window
azion update edge-storage object --bucket-name 'mybalde' --object-key 'path/index.html' --source './index.html'
azion update edge-storage object --help

A flag --bucket-name especifica o nome do bucket no Edge Storage onde está localizado o objeto que você deseja atualizar.

A flag --object-key identifica o objeto no Edge Storage especificado que você deseja atualizar.

A flag --source especifica o caminho do arquivo para atualizar o objeto do bucket no Edge Storage.

A opção --file refere-se ao caminho para um arquivo JSON contendo os atributos do bucket que serão atualizados. Você pode usar - para ler do stdin.

A opção -h ou --help fornece mais informações sobre o comando azion update edge-storage object.