1 of 20
2 of 20
3 of 20
4 of 20
5 of 20
6 of 20
7 of 20
8 of 20
9 of 20
10 of 20
11 of 20
12 of 20
13 of 20
14 of 20
15 of 20
16 of 20
17 of 20
18 of 20
19 of 20
20 of 20

doc

Como fazer o debug de edge functions no Data Streaming

Verificar o código para fazer debug de edge functions através do Data Streaming é importante para identificar se os erros continuam ocorrendo ou se o processo de debugging foi bem sucedido.

Antes de analisar o processo, você deve aplicar o código de debugging. Descubra mais em Debugging edge functions.

Configurar o Data Streaming para fazer debug de edge functions

Após aplicar o código de debugging para edge functions:

  1. Acesse o RTM.
  2. No canto superior esquerdo, selecione Data Streaming na seção OBSERVE.
  3. Clique em Add Streaming.
  4. Escolha um nome fácil de lembrar para o seu data streaming.
  5. Na lista suspensa Data Source, selecione Edge Functions.
  6. Na lista suspensa Template, selecione Custom Template.
  7. Na caixa de código Data Set, adicione as variáveis a seguir:
{
	"time": "$time",
    "global_id": "$global_id",
    "edge_function_id": "$edge_function_id",
    "request_id": "$request_id",
    "log_level": "$log_level",
    "log_message": "$log_message"
}
  1. Em Options, selecione Filter Domains ou All Domains. Veja mais sobre cada opção em Como associar domínios no Data Streaming.
  2. Na seção Destination, selecione um Endpoint Type na lista suspensa. Veja mais sobre configurar um endpoint.
    • Os campos para preenchimento são diferentes dependendo do tipo de endpoint que você escolher.

Por fim, para finalizar a configuração do seu data streaming:

  1. Confira se a opção Active está ligada, indicada pelo switch com cor laranja.
  2. Clique no botão Save.

Agora, você consegue analisar o comportamento do processo de debugging de edge functions através dos logs enviados para o seu data streaming configurado.

Descrição das variáveis

Variável Descrição
$time Data e hora da requisição. Exemplo: Oct. 31st, 2022 - 19:30:41
$global_id Identificador da configuração.
$edge_function_id Identificador da Edge Function.
$request_id Identificador único da requisição. Exemplo: 5f222ae5938482c32a822dbf15e19f0f
$log_level Nível do log gerado: ERROR, WARN, INFO, DEBUG, ou TRACE.
$log_message Mensagem editável usada para o log na chamada da função. Disponível para usuários identificarem e reportarem acontecimentos.

Leia também


Não encontrou o que procurava? Abra um ticket.