Blog

Bots: aliados ou ameaça? Como garantir a segurança de seus negócios e clientes

Bots: aliados ou ameaça? Como garantir a segurança de seus negócios e clientes

Na Azion somos adeptos da filosofia Zero Trust, que busca limitar danos e ameaças na rede, assumindo que ninguém é confiável por padrão, independente do seu papel no âmbito organizacional. Ao se pensar em segurança, levamos em conta o complexo cenário digital de hoje - aplicações baseadas em cloud e edge-native, contêineres e microsserviços -, o que torna complexa a detecção e a prevenção do tráfego malicioso, mas mitigáveis com soluções modernas.

O cenário atual inclui o agravante da pandemia e o fluxo de dados se intensificou desde o início de 2020. Como será possível proteger tantos dados, sendo que nos dias de hoje as atividades mais cotidianas - como ir ao mercado, estudar e trabalhar - migraram para o mundo virtual? Por essa razão muitos e-commerces têm potencializado suas funcionalidades para o cliente, como lojas de eletrônicos que agora também oferecem serviços de supermercado, ou incremento de suporte à logística possibilitando entregas mais rápidas, e até mesmo a indústria do entretenimento oferecendo cada vez mais opções de serviços streaming.

Os dados dos clientes acabam transitando de um lado para outro o tempo todo e, embora as formas de interação virtual tenham se diversificado, a segurança na hora de proteger esses dados nem sempre tem sido suficiente. Já que as empresas estão cada vez mais construindo aplicações baseadas em cloud com SaaS, a segurança também precisa evoluir para acompanhar essa modernização.

Security Wars: o ciberataque dos bots

Parece nome de filme, mas é realidade. A segurança do seu negócio pode estar, de fato, sob ataque todos os dias.

Com o crescimento do tráfego automatizado na internet, é possível encontrar novas formas de interação, tais quais: assistentes virtuais e chatbots, que são exemplos de good bots que podem auxiliar no crescimento das empresas. Mas, como em toda batalha, no caso da segurança, há dois lados: o bom, que traz modernidade para os negócios, e o mau, que busca atacar as empresas de maneira sofisticada.

No caso dos good bots, pode-se incluir:

  • assistentes virtuais;
  • chatbots;
  • robôs indexadores;
  • bots que monitoram métricas de sites;
  • e bots comerciais, que fazem pesquisa automática de mercado com clientes.

As características dos bad bots, no entanto, não são tão diferentes dos good bots, mas o maior diferenciador está na má intencionalidade dos primeiros. Os ataques são tão sofisticados que podem, inclusive, transformar bots bons em maus.

De modo geral, os bad bots são softwares utilizados para automatizar ataques diversos. Entre os diferentes tipos de ameaças, podemos listar:

  • Account takeover (ATO): roubo de identidade, no qual o fraudador usa bots ilegalmente para obter acesso a contas de banco, e-commerce ou outros tipos de contas;
  • API abuse: roubo de informações de identificação pessoal e dados críticos de negócios;
  • Application DDoS: cibercriminosos intencionalmente sobrecarregam as APIs com grandes volumes de tráfego de bot de vários dispositivos e endereços IP, resultando em servidores altamente sobrecarregados;
  • Carding: forma automatizada de fraude de pagamento e roubo de dados de cartões;
  • Cart abandonment: quando bots são usados por concorrentes e fraudadores para adicionar itens a carrinhos de compras em sites de e-commerce, mas não finalizam a compra, fazendo com que clientes pensem que os produtos estão esgotados ou indisponíveis e vão para outro site;
  • Digital ad fraud: a fraude de publicidade digital consiste em deturpar ou ofuscar métricas de engajamento de um anúncio por tráfego fraudulento que gera impressões fictícias e afeta negativamente a CTR (taxa de cliques);
  • Form spam: preenchimento e envio de formulários da web com informações irrelevantes ou falsas, incluindo linguagem abusiva, anúncios, spam, malware e phishing;
  • Skewed analytics: relatórios com análises de acesso distorcidas provocadas por atividades de bots;
  • Ticket scalping: cambistas (scalpers) compram ingressos de maneira automatizada em sites usando bots;
  • Web scraping: scraping é o processo de extrair dados ou informações de sites e publicá-los em outro lugar.

Bots mais sofisticados imitam o comportamento humano, navegando em sites, simulando movimentos do mouse, conseguem evitar captcha, e até tomar navegadores e tokens de usuários reais.

Diante de armas de ataque tão sofisticadas, faz-se necessária a utilização de ferramentas que anulem essas ameaças de maneira mais eficaz.

Security Wars: o bot management contra-ataca

Com o objetivo de combater os ataques maliciosos dos bad bots, é preciso que as empresas tenham ao seu dispor ferramentas de gerenciamento de bots, que trabalham com métodos de detecção, análises estatísticas de usuários, coleta de dados que detectam anormalidades e atualização contínua. Desse modo, será possível identificar e diferenciar bots bons e maus.

A adoção de bot managers possibilita a detecção de bots através:

  • de scripts que identificam se um navegador é válido;
  • análise de dispositivos conectados;
  • respostas avançadas, como direcionamento incorreto;
  • conexões de bot abertas sem resposta, aumentando custos para invasores.

Estar protegido contra as ameaças mencionadas anteriormente é um grande diferencial de empresas que prezam por qualidade e excelente entrega de serviços.

Soluções da Azion

A Azion já fornece diferentes recursos para controle, monitoramento e implantação de soluções de segurança:

Uma novidade adicional que temos agora é a adoção de ferramentas de parceiros disponíveis, como o Radware Bot Manager. Em parceria com a Radware, a Azion fornece uma solução de mitigação de bots de última geração, totalmente equipada para detectar e bloquear os ataques baseados em bot mais agressivos e sofisticados.

Em nossa plataforma de Edge Computing, desenvolvedores podem utilizar uma feature que permite utilizar aplicações de terceiros e a grande vantagem é o modo como isso é feito com funcionalidade e rapidez. Em minutos!

No caso do Radware Bot Manager, é possível construir aplicações em nossa plataforma e adicionar essa ferramenta ganhando tempo e aproveitando esse combo de segurança que nossos recursos mais o gerenciamento de bots oferecem juntos. Com isso, você garante proteção a aplicações da web, aplicativos móveis e APIs contra ameaças automatizadas de bots, ficando imune à apropriação de contas, negação de estoque, DDoS, fraude de anúncio e pagamento, e web scraping.

Não perca tempo nem segurança, contate um de nossos consultores e comece desde já a proteger seus negócios adicionando funcionalidades às suas edge applications!