1 of 20
2 of 20
3 of 20
4 of 20
5 of 20
6 of 20
7 of 20
8 of 20
9 of 20
10 of 20
11 of 20
12 of 20
13 of 20
14 of 20
15 of 20
16 of 20
17 of 20
18 of 20
19 of 20
20 of 20

site

doc

blog

success stories

Blog

Os benefícios de uma plataforma de edge na prática: conteúdo e mídia digital

Neste blog post nós vamos te mostrar como uma plataforma de edge beneficia na prática a indústria de conteúdo e mídia digital e todos os agentes envolvidos no processo: DevOps, negócios e usuários.

E mais

Você vai descobrir por que a união entre o setor de conteúdo e mídia digital e uma plataforma de edge é uma parceria de sucesso.

Um mundo cada vez mais conectado

A pandemia da COVID-19 veio para abalar as nossas certezas, para nos mostrar que o que temos como certo pode ser mudado drasticamente de uma hora para outra. E uma das coisas mais impactantes que ela fez foi transformar o comportamento online dos consumidores, que sem sombra de dúvidas nunca mais será o mesmo. O que procuram, como procuram, o que compram, quando compram e o que esperam das experiências, tudo mudou! E convenhamos, para um nível mais exigente do que nunca.

E qual foi o resultado disso? Trabalho remoto, novos hábitos de entretenimento e o enorme crescimento de dispositivos conectados à internet, que aceleraram e ampliaram a transformação digital para todos os aspectos dos negócios e da nossa vida. Mas, apesar do susto, como parte da essência humana nós nos adaptamos – ou ainda estamos nos adaptando – aos novos cenários e hábitos.

Portanto, as empresas que mais rapidamente se adaptarem a essas mudanças e oferecerem o que os consumidores esperam em termos de experiência online, produtos e serviços, certamente serão aquelas que vão se fortalecer e ganhar ainda mais espaço e clientes fiéis – e caso esse ainda não seja o seu caso, você vai ver aqui que ainda é possível mudar a sua situação.

Principais tendências

De acordo com o relatório as 10 Principais Tendências Globais de Consumo 2021 da Euromonitor International, as empresas devem mais do que nunca ficar atentas às transformações nos valores e no comportamento dos consumidores e devem priorizar e reforçar as suas demandas.

Nós selecionamos aqui algumas das principais tendências que se aplicam a negócios de todos os setores:

  • Desejo por conveniência: há uma grande pressão para que as empresas adaptem rapidamente suas operações, desenvolvendo uma experiência do cliente mais resiliente enquanto preserva os níveis de conveniência, mantendo a agilidade e a continuidade da jornada de compra em todos os canais.
  • Otimizando o tempo: na era do imediatismo, o tempo virou commodity e nunca foi tão valorizado. As empresas devem propor soluções que atendam ao desejo do consumidor de otimizar seu tempo, oferecendo uma maior flexibilidade, especialmente com relação a produtos e serviços acessíveis a partir da casa do cliente ou nas proximidades.
  • Obsessão por segurança: o medo do contágio estimulou os consumidores a buscarem soluções que não requerem contato físico a fim de evitar a exposição. Além disso, há uma preocupação enorme com o roubo de dados no ambiente online. As empresas devem implementar medidas estritas de segurança biológica e digital voltadas para a mitigação das preocupações dos consumidores.
  • A ordem é pechinchar: os consumidores estão mais cautelosos e moderados com suas finanças, por isso buscam obter o melhor custo-benefício e priorizar produtos e serviços de valor agregado. As empresas devem fazer propostas de valor, oferecendo opções acessíveis sem redução da qualidade.

Como você pode ver, experiências perfeitas, economia de tempo, produtos com valor agregado e segurança são valores imprescindíveis para o consumidor atual e o mínimo que as empresas devem oferecer.

Os desafios do setor de conteúdo e mídia digital

Até então falamos do cenário mundial e dos desafios que todos os negócios enfrentam de forma genérica, mas agora vamos falar de problemas específicos que o setor de conteúdo e mídia digital tem enfrentado ultimamente.

Nós listamos aqui os principais desafios enfrentados por essa indústria:

  1. Aumento da demanda por conteúdo digital

    Com o confinamento causado pela pandemia, houve um boom na busca por diversão e entretenimento no ambiente online – como streaming de vídeo, música, podcasts e games – e, consequentemente, na quantidade de acessos às plataformas que oferecem esse tipo de serviço, principalmente em períodos de lançamento. O desafio aqui é garantir a disponibilidade e escalabilidade, independentemente da demanda.

  2. Maior exigência dos usuários

    As plataformas de conteúdo e mídia digital precisam lidar com a exigência cada vez maior dos usuários por experiências quase em tempo real, que não tenham demora no carregamento, falhas ou interrupções. E uma experiência ruim nessa área, por menor que seja, é um fator crucial para o usuário abandonar ou não a sua marca. O desafio aqui é que a plataforma garanta uma experiência contínua, com altíssima velocidade, performance e resiliência.

  3. Mais concorrência

    Com o crescimento do entretenimento e da diversão digital, aumentou também a quantidade de plataformas que oferecem esse tipo de serviço. Somado a isso, novos players entraram nesse mercado, como emissoras de TV que também estão se tornando plataformas de streaming. E isso, além de significar maior oferta de produtos e serviços, significa uma competição mais acirrada, já que o usuário quer encontrar o que se encaixa nos seus critérios de melhor custo-benefício. O desafio, portanto, é minimizar custos em toda a cadeia produtiva para oferecer um preço mais competitivo e fidelizar o usuário final.

E para vencer esses desafios, as empresas de conteúdo e mídia digital têm que tomar uma série de medidas que vão impactar diretamente no seu sucesso, e uma delas é utilizar tecnologias que vão ajudar a enfrentar e até eliminar esses problemas. Uma das soluções tecnológicas que sem dúvida nenhuma faz a diferença para oferecer as melhores experiências no mundo online é uma plataforma de edge, uma peça fundamental da nossa indispensável internet.

Plataforma de Edge da Azion: a melhor e mais moderna solução de CDN para o setor de conteúdo e mídia digital

A Azion é uma empresa inovadora e sempre atenta às tendências do mercado para atender os seus clientes da melhor maneira. É por isso que uma das suas principais características é agregar valor ao seu produto ou serviço com uma série de recursos que otimizam todas as etapas envolvidas no processo de distribuição de conteúdo e que beneficia todos os agentes que participam do processo.

A Plataforma de Edge da Azion é full-stack, aberta, extensível e programável, simplificando e agilizando o modo como você cria o software. Sua tecnologia de edge computing é escalável, ou seja, a Azion é responsável pela manutenção e administração da infraestrutura, alocando recursos de forma dinâmica para atender às necessidades e demandas dos clientes.

Além disso, sua arquitetura é descentralizada e distribuída, o que a faz oferecer menor latência, mais confiabilidade e alta escalabilidade em comparação com CDNs legadas e até mesmo soluções de cloud computing. Isso também permite o processamento de dados em tempo real, fundamental para aplicações time-sensitive de áreas críticas. A soma desses fatores reflete em um melhor desempenho, com menor custo operacional. E com mais de 65 edge locations globais, é possível orquestrar o desenvolvimento em multi-cloud, on-premise ou em dispositivos remotos.

Quem escolhe a CDN da Azion cria uma enorme vantagem competitiva e passa a usufruir de inúmeros benefícios. Só para você ter uma ideia, alguns deles são:

  • Alta disponibilidade para entrega de conteúdo e aplicações
  • Latência baixíssima
  • Tempo de carregamento drasticamente reduzido
  • Economia em largura de banda
  • Segurança muito mais eficaz
  • Observabilidade total
  • Custos operacionais reduzidos
  • DevOps e clientes satisfeitos

Os benefícios para os DevOps

Um ponto importante a se destacar é a melhoria que a moderna CDN da Azion traz para a vida dos DevOps, que estão ali diariamente trabalhando por trás dos bastidores e sofrem diretamente com sistemas legados. Além disso, se não fosse por eles, os negócios não teriam produtos para ofertar e os usuários finais não teriam nem o que usar ou comprar.

São inúmeros os benefícios, mas alguns deles são:

  • Observabilidade: a maioria das CDNs tradicionais não oferece aos DevOps observabilidade em tempo real, o que dificulta o monitoramento do sistema, do comportamento do usuário e o recebimento de feedbacks – e isso, obviamente, dificulta o trabalho desses profissionais. Uma plataforma de edge, por sua vez, oferece aos DevOps visão total e completa do sistema em tempo real.
  • Controle: os DevOps, ao trabalharem com CDNs tradicionais, não têm o controle de alterações nas configurações, que ficam a cargo do provedor de serviço. Além disso, alterações, mesmo as mais simples, podem levar um bom tempo para serem feitas, já que também entram numa fila de espera. Com uma plataforma de edge, os DevOps possuem maior gestão e controle, além de mais agilidade para aplicar as alterações via portal de gerenciamento ou API.
  • Orquestração: os DevOps podem implementar, gerenciar, controlar, monitorar e atualizar recursos no edge em tempo real, sem a necessidade de provisionamento, além de poder integrar outros serviços.
  • Automação: o uso de SDN (Software-defined Networking) facilita o uso de recursos, de modo que os DevOps só precisam se preocupar com a criação e a execução de código e workloads no edge; sem provisionamento, manutenção ou tarefas operacionais.
  • Modelo serverless: o provedor executa e gerencia os servidores e toda a infraestrutura, além dos recursos, o que elimina as tarefas de escalabilidade, planejamento e manutenção para DevOps.
  • Novos casos de uso: a infraestrutura de edge computing facilita o desenvolvimento de projetos com tecnologia moderna, como AI, AR, VR, IoT, machine learning, streaming de dados e vídeo, 5G e muito mais.

O diferencial da Azion

Além dos benefícios apresentados anteriormente, a Azion vai além porque oferece uma jornada do cliente mais simples e rápida, mas sem deixar de ser completa, que facilita o trabalho dos DevOps e oferece melhores resultados para os negócios.

Veja como é fácil utilizar uma plataforma de edge, do início ao fim:

1passo: Criar

Assim que você começa a usar uma plataforma de edge, já é possível criar, desenvolver, lançar e dimensionar aplicações sem restrições. Nesse momento, você foca na criação das aplicações, na definição das regras e dos parâmetros. Além disso, nessa fase você vai construir uma infraestrutura escalável com edge nodes, que podem ser configurados remotamente usando provisionamento zero-touch.

2passo: Proteger

Nessa etapa, você vai definir questões de segurança da aplicação no edge – você pode escolher entre Web Application Firewall, DDoS Protection e Network Layer Protection ou todas as opções simultaneamente – que vão permitir que você rastreie tráfego malicioso, isole as OWASP Top 10 ameaças, se adapte a ataques zero-day, dentre outras.

3passo: Entregar

Após criar as aplicações na plataforma de edge, é possível entregá-las a partir de uma rede global. Ou seja, nesse momento, você está pronto para usar a rede e o conteúdo está pronto para ser entregue. Há ainda a possibilidade de adicionar toda a inteligência (ou parte dela) de uma plataforma de edge à sua própria infraestrutura, através das soluções de orquestração.

4passo: Observar

Enquanto a plataforma de edge entrega o conteúdo, com as soluções de análise de dados você pode ver exatamente tudo o que está acontecendo no seu sistema e como os usuários das suas aplicações se comportam. Isso porque você tem acesso a dados em tempo real sobre toda a operação, do início ao fim, que inclusive permitem prever eventos e evitar incidentes.

Case de sucesso

A Azion tem a confiança de empresas líderes do setor de conteúdo e mídia digital. Confira a seguir como o caso da Omelete é um exemplo dessa parceria de sucesso.

Desafio

Maior empresa de entretenimento do Brasil, a Omelete (ou grupo Omelete&CO) dissemina cultura pop a milhões de geeks em todos os cantos do país com projetos de sucesso, como CCXP e Game XP, e tem o desafio de proporcionar experiências de performance cada vez mais fantásticas a um público engajado, uma vez que:

  • velocidade é um dos requisitos para grandes experiências do usuário¹;
  • 61% compartilham o fato com os amigos²; e
  • 49% dos internautas chegam a abandonar suas marcas preferidas quando têm uma experiência ruim3.

No Brasil, os riscos são ainda mais desafiadores, pois a qualidade de internet ainda é precária em vários lugares, e soluções tradicionais não têm capacidade de proporcionar a velocidade que a Omelete e seus milhões de visitantes únicos desejam.

Esses obstáculos são sempre maiores quando consideramos as barreiras impostas pelo Covid-19, que levaram a Omelete a organizar o seu maior evento do ano, a Comic Con Experience (CCXP), de maneira inédita: 100% digital.

Ao escolher a Azion, a Omelete não apenas moveu o serviço para uma plataforma de edge com mais de 30 edge locations no Brasil, mas teve à disposição know-how para melhorar o desempenho de suas aplicações e proporcionar ao público as melhores experiências digitais.

Solução

Estudos preveem que 78% das pessoas na América Latina se conectem à internet móvel até 2023⁴. Logo, é essencial que a Omelete esteja sempre próxima dos milhões de geeks que consomem seus conteúdos, os quais serão impulsionados por experiências 5G.

Na plataforma de Edge da Azion, além de processar as requisições pelo servidor mais próximo e performático disponível, a Omelete executa seus códigos em uma arquitetura serverless e otimiza aplicações utilizando ferramentas edge-native, tais como:

  • Image Processor: permite à Omelete otimizar e manipular as imagens do site em tempo real sem prejudicar a qualidade visual;
  • Application Acceleration: viabiliza o acesso em alta velocidade aos sites do grupo a até mesmo a partir de redes instáveis por meio da otimização de protocolos e construção de regras avançadas de request e response;
  • Edge Caching: acelera a entrega de conteúdos estáticos e dinâmicos ao mantê-los em cache no edge, mais próximo dos usuários.

Além do salto em desempenho obtido pela Omelete com a Plataforma Azion, a criação de edge applications ajudou o grupo a reduzir custos com o provedor de cloud, diminuindo drasticamente a entrega de requisições pela infraestrutura de origem.

Resultados e impactos

Em 2019, as mais de 70 edge applications criadas pela Omelete processaram bilhões de requisições, sendo que apenas 15% delas chegaram até a infraestrutura de origem. O restante foi entregue no edge da Azion utilizando arquitetura serverless.

Com isso, a Omelete&CO evoluiu seu ecossistema em vários aspectos, otimizando desde processos de staging de sites e eventos ao vivo até seções da Omelete Store e demais lojas oficiais do grupo – que são protegidas pelo Azion WAF contra fraudes e ameaças complexas.

Com 100% de disponibilidade em todo o Brasil, as aplicações da Omelete são protegidas pela segurança multicamadas que compõe a Plataforma Azion e pelos módulos do Edge Firewall, que auxiliam:

  • bloqueando automaticamente acessos da rede Tor utilizando Azion Network Lists;
  • mitigando ataques de DDoS que colocam em risco a disponibilidade do serviço;
  • viabilizando a criação de edge applications protegidas contra ataques zero-day.

Além disso, os índices positivos de latência e tempo de processamento, entre outros, ajudam a maior marca brasileira de cultura pop a se consolidar nos mecanismos de busca. Pesquisando sobre o novo filme do Batman ou críticas sobre aquela série que acabou de maratonar? Os resultados apontam para a Omelete!

Sucesso com a transmissão do primeiro CCXP totalmente digital

A CCXP é o maior festival de cultura pop do planeta. Em seis anos, o evento reuniu mais de 1 milhão de pessoas, mais de 120 artistas de cinema, séries e TV, e mais de 120 mil quadrinistas e ilustradores. Contudo, em 2020, pela primeira vez em sua história, a CCXP foi 100% digital.

Foram mais de 150 horas de conteúdos inéditos e mais de 1000 artistas em um só lugar, com a transmissão chegando a 113 países, com apoio, patrocínio e parcerias em diversas frentes. Com isso, a missão da Azion foi fornecer escalabilidade, disponibilidade e performance às aplicações da Omelete.

Resultado: as edge applications contribuíram para a Omelete melhorar 15x a experiência do usuário com a entrega de conteúdo estático do CCXP Worlds, com mais de 10 TB de imagens carregadas no edge da Azion, sem impactar a infraestrutura de origem e os custos que a demanda poderia gerar.

Além disso, a quantidade de requisições durante o evento, cerca de 100x superior ao volume médio recebido pelos servidores da Omelete em 2020 – e 1000x maior em termos de dados transferidos –, teve um percentual significativo atendido no edge, alcançando altos níveis de performance e disponibilidade a todo o momento.

Com dezenas de edge locations da Azion no mundo inteiro, a Omelete aproveitou ao máximo o investimento na divulgação do evento, que envolveu matéria na grande mídia – que, por si só, gerou milhares de acessos por minuto –, e esteve preparada para se manter online em meio a quaisquer cenários.

Conclusão

Para continuar vivo no mundo online, não tem pra onde fugir: ou se adota a transformação digital de vez e as melhores soluções tecnológicas ou o caminho para o fracasso é só uma questão de tempo. E como fracasso é uma palavra que não gostamos de pronunciar – ainda mais de viver – a melhor opção é escolher ferramentas completas, que vão atender exatamente às demandas do seu negócio, além de proporcionar tranquilidade e facilidade de uso tanto para os seus DevOps quanto para os usuários finais.

Como você viu no nosso case, uma plataforma de edge tem um papel fundamental no sucesso das empresas. E quando a plataforma de edge é a da Azion, os benefícios e a vantagem competitiva fazem toda a diferença.

Não perca mais tempo e dinheiro com soluções legadas. Fale aqui com nossos especialistas e descubra por que a Azion é a melhor escolha.

Referências

¹ Experience is everything: Here’s how to get it right PwC
² Milliseconds Make Millions Google & Deloitte
3 Edge Computing and 5G: Harnessing the distributed cloud for 5G success Ericsson
How Fast is Fast Enough? Page Load Time & Your Bottom Line SEMrush