Blog

Prepare sua loja para a maior Black Friday

Prepare sua loja para a maior Black Friday

A Black Friday é uma das datas mais importantes do varejo no país. É o momento aguardado por oito em cada dez consumidores¹, que, atraídos por descontos que ultrapassam 60%², geraram cerca de R$ 3,2 bilhões ao e-commerce brasileiro na edição de 2019³.

Em razão dos impactos da pandemia de Covid-19, a expectativa é que a Black Friday 2020 seja a maior da história do comércio eletrônico, com volumes de acessos sem precedentes. Por isso, os desafios do varejo online vão muito além da guerra de preços e condições de pagamento flexíveis. Para uma Black Friday de sucesso, é necessário:

  • melhorar a performance do e-commerce, para proporcionar uma excelente experiência aos usuários;
  • comportar um volume de acessos muito maior do que em um dia normal⁴; e
  • manter o serviço no ar durante todo o evento, pois estudos realizados pela Gremlin apontam que cada minuto fora do ar custa pelo menos R$ 18.143⁵ aos sites de e-commerce.

O desafio se torna ainda maior ao levarmos em conta que 83% das pessoas consideram a experiência que a companhia fornece tão importante quanto os seus produtos e serviços, e 61% se tornam detratoras quando a experiência é ruim⁶.

A indisponibilidade em si é agravante, pois a onda de incidentes envolvendo ameaças digitais cresce a cada dia. Somente o volume médio de ataques de DDoS (Distributed Denial of Service) aumentou 70% em Q1 2020⁷, colocando em risco a disponibilidade das aplicações e a receita de vendas.

Diante dos obstáculos dos mais de 900 mil sites brasileiros dedicados ao comércio eletrônico⁸, muitos destes já descobriram que é possível se preparar para a Black Friday e obter resultados incríveis implantando a mesma tecnologia dos maiores e-commerces da América Latina: o Edge Computing.

O que é Edge Computing?

Edge Computing é o processamento de dados – incluindo aplicações de Inteligência Artificial e regras de negócios – mais próximo dos usuários, na extremidade da rede. É uma tecnologia que complementa os provedores de cloud, viabilizando aplicações de baixa latência, super-rápidas, seguras e com altíssima disponibilidade de serviço.

No contexto do comércio eletrônico, o Edge Computing é fundamental para que as páginas carreguem rapidamente, diminuindo a probabilidade de rejeição em 91% se compararmos às taxas de bounce de sites que demoram até 10 segundos para carregar⁹.

Mais do que aumentar a performance das aplicações em todas as regiões atendidas, construir no Edge é o caminho para colocar inovações em prática de forma rápida e segura e reduzir custos com data center e serviços de nuvem.

Vejamos, a seguir, como os maiores varejistas online aproveitam as possibilidades que o Edge Computing oferece.

Como os líderes do varejo online utilizam a tecnologia?

O maior e mais avançado ecossistema de varejo digital da América Latina recebe cerca de 200 milhões de acessos em um mês comum. Menos de 25% do tráfego é pago¹⁰. O e-commerce cresceu 182% no segundo trimestre de 2020¹¹ e suportou 1 milhão de acessos por minuto na Black Friday de 2019¹².

A Lojas Renner acelerou iniciativas digitais em razão da Covid-19 e viu suas vendas aumentarem três dígitos em 90 dias¹³. No último trimestre de 2019, a empresa lucrou R$ 513 milhões¹⁴ e suportou dezenas de milhares de requisições por segundo na Black Friday, sem interrupções¹⁵.

Fora o sucesso e a consolidação no mercado, o que esses e muitos outros gigantes do varejo têm em comum é o desenvolvimento de aplicações no Edge da Azion para executar várias iniciativas inovadoras, tais como:

  • georreferenciamento para conduzir as melhores ofertas relacionando frete, prazos e preço;
  • eventos de grande porte que engajam clientes e impulsionam as vendas online;
  • personalização da entrega de conteúdos estáticos e dinâmicos por usuário;
  • realização de testes A/B sem impactar a velocidade do e-commerce; e
  • offload de aplicações do cloud para o Edge, criando uma camada de segurança que protege contra roubo de dados e indisponibilidade de serviço.

Esses casos de uso mostram como o Edge permite que os e-commerces ampliem suas possibilidades e obtenham vantagens únicas no mercado com 100x mais eficiência e até 10x menos custos em relação a contêineres*, bem como velocidade de processamento 30x maior em relação à computação em nuvem, por exemplo.

Quer saber mais sobre as vantagens do Edge Computing? Preparamos um infográfico rico em indicadores e projeções para o período pós Black Friday. Ele vai te ajudar no planejamento e preparação para os próximos 12 meses de crescimento. Clique aqui e acesse agora mesmo!

Além da capacidade de inovação, lojas virtuais que executam suas aplicações no Edge usufruem de uma série de benefícios únicos. No próximo tópico, exploramos os principais ganhos que a tecnologia proporciona em cenários como a Black Friday.

* Comparativo baseado nos produtos e serviços de Edge Computing da Azion.

Quais os benefícios do Edge em datas e eventos mais importantes para o varejo digital?

Como vimos até aqui, Edge Computing pode trazer ganhos de performance incríveis, como o processamento até 30x mais rápido em relação à nuvem¹⁶. Contudo, além da velocidade, um dos maiores benefícios do Edge para e-commerces é a segurança em níveis sofisticados.

Um dos varejistas online referência em lifestyle esportivo utiliza Edge Firewall para mitigar ameaças complexas sem impactar a navegação do cliente, incluindo ataques de zero-day e bad bots – que ocasionam fraudes de cartão de crédito, roubos de credenciais e ataques de brute force, preocupando 80% das empresas¹⁷.

Diferentemente de tecnologias convencionais, como CDNs e WAF, que rodam em cloud, o Edge Computing viabiliza operações de segurança programáveis e em tempo real. A Plataforma Azion, por exemplo, oferece produtos e serviços que facilitam o monitoramento e bloqueio automático com base em algoritmos avançados e um sistema de scoring de requisições em vez de assinaturas de ataques.

Outro recurso indispensável para toda e qualquer loja virtual é a coleta de insights. No Edge da Azion, dados podem ser coletados e transferidos em tempo real para alimentar plataformas de SIEM e big data. A partir das descobertas, é possível recomendar produtos para assistir o cliente durante a jornada de compra, entre outras ações providenciais.

Com o Edge, a alta performance é padrão, independentemente da localização geográfica e do tipo de dispositivo utilizado. Isso é muito importante, visto que mais de 80% dos acessos no e-commerce vêm de dispositivos móveis¹⁸ de várias partes do país onde a estrutura de internet é hostil, e que se multiplicam em períodos como a Black Friday.

Depois de entender o que está envolvido na Black Friday e o que as referências do ramo têm feito para aumentar o faturamento, que tal o seu e-commerce usufruir das mesmas possibilidades?

Mais de 70% dos 50 maiores varejistas online – e outros 60 mil e-commerces no mundo inteiro – confiam na Azion para oferecer experiências sem precedentes aos seus consumidores. Entre em contato com um de nossos consultores e descubra a gama de oportunidades que a Plataforma Azion oferece!