1 of 20
2 of 20
3 of 20
4 of 20
5 of 20
6 of 20
7 of 20
8 of 20
9 of 20
10 of 20
11 of 20
12 of 20
13 of 20
14 of 20
15 of 20
16 of 20
17 of 20
18 of 20
19 of 20
20 of 20

Análise de segurança: mais proteção para o seu negócio

Já é hora de darmos mais atenção para a análise de segurança, um aspecto essencial porém muitas vezes negligenciado quando se trata de segurança digital – um termo que, inclusive, é bastante conhecido não somente por especialistas da área, mas por todos os setores da indústria. Isso porque proteger seus dados e sua presença digital é extremamente importante, principalmente para empresas modernas que desejam ter qualquer tipo de negócio na internet.

Além disso, a necessidade de soluções de segurança cada vez mais robustas tem aumentado a cada ano, sem falar no aumento dramático potencializado pela pandemia. Mais do que nunca, as pessoas têm acessado e comprado em e-commerces e, por causa disso, tem sido cada vez maior o número de ataques com o objetivo de tirar proveito desse crescimento exponencial do tráfego. Com o avanço da economia de mercado digital sendo mais rápido do que qualquer um estava preparado, a única maneira de preservar e sustentar isso é combiná-lo com a adoção igualmente acelerada de soluções de tecnologia de segurança de ponta.

O escopo completo da segurança é um tópico amplo, tão amplo quanto a própria internet, pois não existe um único tipo de aplicação, software ou conexão que hackers não estejam tentando incansavelmente invadir. É a natureza da guerra cibernética interminável entre o invasor e o provedor de segurança, com ataques cada vez mais inovadores que exigem medidas de segurança cada vez mais inovadoras também. E esse ciclo muitas vezes coloca a pesquisa de segurança em segundo plano, forçada a desempenhar um papel reativo, como um detetive atrás de um serial killer tentando impedir o próximo assassinato depois que o primeiro já aconteceu. Com a natureza das ameaças de segurança modernas, qualquer ataque que suas defesas não consigam levar em conta pode causar um impacto devastador em sua infraestrutura, e com uma infinidade de ataques sempre à espreita, mesmo se uma fração mínima conseguir passar, isso resulta em perdas inaceitáveis de receita, desempenho e reputação.

E é aqui que entra a análise de segurança. Quando corretamente utilizada, ela inverte o roteiro, mudando a sua mentalidade de fazer segurança reativa para proativa e preparando suas defesas não apenas para os ataques do passado, mas também e mais importante, para os do futuro.

Neste white paper, apresentaremos alguns dos princípios básicos da análise de segurança, como ela funciona e o que separa as ferramentas de análise de nível superior de abordagens legadas. Depois de ler isso, você terá uma visão mais ampla, bem como uma orientação prática de como aplicar os princípios e ferramentas listados a seguir às necessidades de segurança da sua própria empresa.

Filosofia de segurança

Para entender a análise de segurança, existem algumas análises-chave e conceitos que você precisa saber. Para que uma solução de análise de segurança seja aprovada, ela precisa combinar o princípio de análise de dados de observabilidade com o princípio de segurança de defesa em profundidade.

Observabilidade

A observabilidade é um dos principais elementos que separa a análise de dados moderna e a de soluções legadas. Basicamente, é o complemento oposto do objetivo de monitoramento padrão de garantir que os administradores possam ver claramente o funcionamento interno de seu sistema. O monitoramento independente agora não é mais suficiente, porque tudo ficou muito maior. As aplicações modernas usam microsserviços e funções serverless para aumentar sua agilidade e escalar rapidamente, e isso tornou a infraestrutura da web melhor, mais rápida e mais forte; mas, o lado ruim disso é que oferece ao mesmo tempo uma superfície de ataque muito maior e que o monitoramento padrão não consegue acompanhar.

A observabilidade oferece suporte ao monitoramento do ponto de vista contrário, tornando seu sistema mais facilmente observável por suas ferramentas de monitoramento. Isso pode soar como sendo a mesma coisa com palavras diferentes, mas a diferença na abordagem é importante aqui. Por exemplo, digamos que você tenha uma caixa lacrada e precise ver o que há dentro dela. Uma abordagem de monitoramento para o problema seria construir uma máquina de raio-X poderosa, capaz de penetrar em qualquer material de que a caixa seja feita. Mas uma abordagem de observabilidade simplesmente substituiria a caixa por uma feita de vidro transparente. Ambos os processos realizam a mesma coisa, mas sem observabilidade, você perde toda uma linha de pensamento que poderia tornar seu monitoramento muito mais eficaz.

A observabilidade facilita o monitoramento, porque torna seu sistema transparente e seus dados facilmente observáveis. As ferramentas de monitoramento podem fornecer insights poderosos sobre os problemas que afetam seu sistema, mas é necessário acessar muitos dados para gerar esses insights. As ferramentas de observabilidade, por sua vez, fornecem esses dados e tornam o processo de monitoramento mais rápido e simplificado.

Cabe lembrar que a observabilidade não substitui o monitoramento, mas o complementa e apoia. Mais do que uma ferramenta, a observabilidade é um valor cultural e uma filosofia de design que toda empresa deve ter em mente ao estruturar sua arquitetura digital. Em vez de construir sua rede e, em seguida, projetar uma ferramenta para monitorá-la, um sistema verdadeiramente transparente é construído tendo a observabilidade em prática desde o início.

Defesa em profundidade

A defesa em profundidade é um princípio de segurança que vai além da análise de segurança, e sua função é absolutamente crítica. Uma implementação mal feita desse princípio negligencia a análise, uma vez que a verdadeira defesa em profundidade envolve o uso de todas as ferramentas de segurança disponíveis para garantir que nenhum ataque possa penetrar no coração de sua infraestrutura.

A defesa em profundidade é, portanto, uma estratégia de segurança cibernética que cria o maior número possível de diferentes camadas de defesa, em vez de depender de uma única medida de segurança. A segurança digital precedente utilizava uma abordagem muito mais básica, chamada segurança de perímetro, com todo o sistema cercado por um único firewall. A única maneira de bloquear um ataque era com esse firewall de perímetro e qualquer coisa ou pessoa que o firewall deixasse passar receberia total e livre acesso a tudo no sistema. Mesmo que esse firewall fosse absolutamente de última geração, ele ainda poderia ser totalmente contornado por funcionários e dispositivos que já estavam dentro do perímetro protegido. Era um design defeituoso e, agora, com o boom de ataques sofisticados, esse tipo de defesa seria tão simples quanto amassar um papel.

Ao falar sobre defesa em profundidade, muitos costumam recorrer a uma analogia popular, comparando seu sistema online a um castelo medieval europeu. É assim: para proteger o rei, um castelo é construído para incluir não apenas uma única parede, mas toda uma série de defesas. Se algum reino rival enviasse um assassino sombrio atrás do rei, o invasor teria que atravessar o fosso externo, passar pela ponte levadiça, depois a parede externa do castelo e várias camadas de paredes internas antes que ele pudesse chegar dentro da fortaleza onde o rei está. A razão pela qual há paredes internas em primeiro lugar é porque, não importa a largura do fosso, alguns inimigos ainda assim conseguirão atravessá-lo. Mas apenas uma parte deles conseguirá passar pela parede externa, e uma parte cada vez menor será capaz de escalar cada parede depois disso. É por isso que a defesa em profundidade tem sucesso onde a segurança do perímetro falha, porque, ao contrário da abordagem do perímetro, a defesa em profundidade antecipa e aceita falhas de segurança e estabelece planos de contingência conforme o necessário.

Juntando as peças

A análise de segurança oferece uma maneira de sintetizar essas duas filosofias na busca de um propósito único. Ao aplicar os princípios de observabilidade às medidas de segurança, a análise leva a defesa em profundidade a um novo patamar. Se você retornar à analogia do castelo e relê-la cuidadosamente, vai perceber que algo vital ainda está faltando: os guardas. Onde eles estão? Se tudo o que você precisa para proteger seu sistema é o equivalente digital de fossos e paredes, então a violação de segurança deixa de ser uma questão de "talvez isso aconteça" para uma infeliz certeza de que "isso vai acontecer". Não importa quantas paredes e fossos você tenha ou quão bonitos eles sejam, no final do dia, essas são defesas estáticas. O fosso não vai se alargar quando vir que alguém pode atravessá-lo a nado. A parede não vai ficar mais alta de repente. Se tudo o que você tem são defesas estáticas, então qualquer invasor pode se aproximar e dar uma olhada em suas paredes e começar a lançar diferentes estratégias de ataque até encontrar aquela para a qual você não está preparado.

Defesas dinâmicas

A única maneira de acompanhar a evolução constante das estratégias de ataque é por meio do uso de defesas dinâmicas. Para um castelo, esses são os guardas, e para uma empresa digital, isso é a análise de segurança. Sem guardas para guiá-lo, um castelo é apenas um esqueleto inerte. São os guardas que dão vida a todas essas fortificações. Uma parede fornece uma barreira contra os invasores, mas é preciso um guarda para observar que os inimigos têm ganchos e escalarão a parede se não forem contra-atacados. Uma ponte levadiça pode permitir a entrada de aliados e impedir a entrada de inimigos, mas só pode fazer isso de forma eficaz se houver um guarda lá que possa observar quem é quem. É isso que a análise de dados faz: quando combinada com uma infraestrutura de segurança compatível, ela aproveita a otimização da transparência da observabilidade para treinar seu sistema de segurança, detectar ameaças de entrada e se adaptar rapidamente a novas estratégias. É isso que torna as defesas dinâmicas tão eficazes. Os invasores não têm mais o luxo de ter tempo para "resolver" o quebra-cabeça da sua segurança, porque seu sistema se adapta e evolui diante dos ataques, estudando os seus padrões e corrigindo suas vulnerabilidades antes que possam ser exploradas.

E como a análise de segurança funciona?

Para implementar a análise de segurança na sua empresa, você precisa de três coisas:

  • ferramentas de análise de dados especificamente construídas com funções de análise de segurança avançada;

  • uma solução de segurança, como um firewall de aplicação da web que seja compatível com o pacote de análise escolhido;

  • um serviço de entrega de dados para fornecer os dados brutos de que a análise de segurança precisa.

O processo de configuração inicial pode ser difícil, embora algumas ferramentas facilitem a implementação remota e o provisionamento zero-touch. Mas, depois de ter o sistema instalado, ele imediatamente começa a funcionar e os sensores começam a reunir informações sobre todo o tráfego, seja ele benigno ou não. Em seguida, seu veículo de entrega de dados envia todas essas informações para o Web Application Firewall (WAF) e outras ferramentas de segurança, e se você investir em uma solução de data streaming, em vez de simplesmente ter processamento em lote, seu WAF recebe novos dados em um fluxo constante e em tempo real.

Depois que todos esses dados foram agregados, as ferramentas de análise de dados conectadas passam por eles e tentam construir modelos de histórico de ataque e padrões de tráfego, que podem então ser convertidos em insights acionáveis. Se você investir em ferramentas de análise do mais alto nível, com progressões de consultas sofisticadas, até mesmo influxos massivos de dados podem ser rapidamente reduzidos a informações úteis e significativas para a melhoria da sua segurança. As análises mais sofisticadas têm recursos em tempo real que permitem acompanhar o ritmo de microssegundos das aplicações modernas envolvidas em microsserviços, funções serverless e computação no edge. Quando esses insights são fornecidos ao WAF, ele se transforma em um sistema de segurança inteligente capaz de reformatar suas medidas de segurança para bloquear melhor as principais ameaças e proteger as vulnerabilidades destacadas pelas análises.

O resultado disso é uma bela harmonia de recursos de segurança e observabilidade, que trabalham juntos para ficar um passo à frente do fluxo constante de invasores. E é claro que, assim como uma excelente refeição, a receita só pode ser executada da melhor maneira com ingredientes de altíssima qualidade. Portanto, para obter os melhores resultados, além de ser necessário que o WAF, as ferramentas de análise e a entrega de dados sejam de última geração, eles também precisam estar perfeitamente sincronizados. Para fins práticos, isso quase sempre significa que é melhor obter todas as suas soluções do mesmo fornecedor, ou então encontrar serviços com foco na compatibilidade de terceiros.

Saiba como a Azion ajuda na análise de segurança

Aqui na Azion, levamos a segurança da web muito a sério. É parte da razão pela qual somos grandes defensores da movimentação de dados de redes cloud e on-prem para plataformas edge distribuídas e isoláveis ​​de forma defensiva. A rede de edge eleva a defesa em profundidade a um patamar totalmente novo, pois permite isolar edge nodes individuais que foram comprometidos, garantindo que nenhum deles ofereça aos invasores acesso à rede maior – a metáfora do castelo realmente começa a desmoronar aqui, mas imagine que, em vez de um rei em sua sala do trono, há mil minirreis em mil minúsculas salas do trono e se um deles for derrubado, nenhum outro será afetado ou não vai haver uma mudança tão perceptível. Devido ao poder do edge, tivemos que nos esforçar para construir ferramentas de segurança e análises capazes de acompanhá-lo. O resultado são aplicações de alta velocidade, alto desempenho e tolerantes a falhas, que se combinam para formar uma solução de análise de segurança robusta, independentemente da sua rede.

Web Application Firewall

O Web Application Firewall (WAF) da Azion é uma solução de última geração projetada para fornecer segurança no edge da rede, garantindo que todas as aplicações tenham o máximo desempenho. Enquanto os firewalls padrão dependem de estratégias de segurança baseadas em assinaturas negativas que são vulneráveis ​​a ataques zero-day, o WAF da Azion usa um sistema sofisticado baseado em scoring para montar defesas imediatas, mesmo contra os ataques mais imprevisíveis.

Fácil de ser personalizado, para atender a uma variedade de requisitos de compliance, o WAF da Azion é uma ferramenta poderosa e flexível, que usa allowlisting e uma abordagem de segurança positiva para dar o melhor suporte na implementação de segurança zero-trust.

Além disso, a nossa solução foi desenvolvida para proteger você contra todas as ameaças OWASP Top 10 e ser facilmente sincronizado com nosso pacote de ferramentas analíticas detalhadas abaixo.

Real-Time Metrics

O Real-Time Metrics usa métricas personalizadas ​​para avaliar os dados gerados por sua plataforma e aplicações. Nós criamos métricas em tempo real para serem totalmente integráveis a aplicações de terceiros, oferecendo transparência de alto nível em todo o sistema.

Além disso, o Real-Time Metrics leva você a um hub de dados centralizado, que cresce e se atualiza em tempo real à medida que novos dados são entregues. Devido à sua capacidade de rastrear o desempenho das aplicações, essa ferramenta fornece insights cruciais sobre os padrões de tráfego de sua rede, oferecendo um caminho claro para mapear ameaças bloqueadas no dia a dia e mostrar o funcionamento interno de sua segurança, como se fosse uma visão de raio-x digital.

Como os dados que o Real-Time Metrics processa podem ser filtrados por dezenas de métricas especializadas, ele oferece uma infinidade de maneiras de identificar problemas em todo o sistema e fazer planos estratégicos voltados para o futuro. Isso a torna uma ferramenta poderosa, semelhante a um telescópio de alta potência, que oferece uma visão íntegra de sua infraestrutura digital, orientada a dados e em uma escala macro. Mas se o que você procura é um serviço que fornece dados mais detalhados, você precisa dessa ferramenta: o Real-Time Events.

Real-Time Events

O Real-Time Events é o microscópio para o telescópio Real-Time Metrics. Em vez de oferecer uma visão abrangente do cosmos digital, o Real-Time Events aborda eventos singulares com um foco de laser altamente específico. Ele faz isso usando um sistema de consulta complexo, permitindo que você construa uma consulta sofisticada e única para buscar as respostas a perguntas-chave específicas. Essa consulta alimenta-se do mesmo abrangente conjunto de dados que alimenta as varreduras baseadas em Real-Time Metrics, mas sua maior singularidade possibilita a coleta de detalhes refinados na busca de sua resposta.

Então, se você está procurando entender como seu sistema tem lidado com um tipo específico de ataque e como você pode antecipar melhor esse tipo de ataque no futuro, o Real-Time Events o levará a mergulhar profundamente nos detalhes, mostrando a você dados minuciosos sobre os ataques bloqueados e as conexões não seguras, além de destacar os ataques que foram bem sucedidos e os que falharam. Suas consultas de rápida resolução se dividem nos menores nichos de sua empresa com precisão cirúrgica, proporcionando aquele aspecto crítico de microanálise que qualquer empresa deve incluir ao buscar total transparência digital e observabilidade.

Data Streaming

Um fato é que as ferramentas analíticas são simplesmente tão boas quanto os dados que as alimentam, e é aí que entra o Data Streaming. O Data Streaming da Azion é uma ferramenta de capacitação analítica que proporciona uma entrega de dados consistente e tolerante a falhas em tempo real para apoiar e capacitar nossas ferramentas de análise de dados próprias e de terceiros. Projetado para atender às necessidades de nossa própria plataforma edge, o Azion Data Streaming é desenvolvido para gerenciar os dados brutos gerados por milhares de edge nodes, fornecendo um poder de processamento verdadeiramente impressionante. Além disso, está equipado com tecnologia de última geração, criptografia de ponta a ponta, garantindo que todos esses dados permaneçam acessíveis para você e somente para você.

Juntos, Real-Time Metrics, Real-Time Events e Data Streaming fornecem uma série de recursos de análise de dados, capaz de fornecer percepções ricas e complexas de uma infinidade de ângulos e focos. Como é um conjunto de produtos, eles representam a crença da Azion na transparência do sistema, ou seja, você deve ser sempre capaz de ver o que está acontecendo em seu sistema e por que está acontecendo, tudo isso em tempo real.

Além disso, esses produtos, quando conectados a uma solução de segurança forte, como o WAF da Azion, oferecem uma abordagem dinâmica e proativa à segurança de aplicações, conferindo a você vantagem em todos os conflitos que enfrentar no mundo online.

Conclusão

Observabilidade e defesa em profundidade são princípios essenciais da análise de dados moderna e da segurança digital. A análise de segurança aproveita um para apoiar o outro, aplicando princípios de observabilidade às arquiteturas de segurança de defesa em profundidade, construindo um sistema de segurança que é maior do que a soma de suas partes. A análise de segurança é um aspecto crítico de qualquer sistema de segurança e não deve ser negligenciada.

Se você está pronto para atualizar seu pacote de análise de segurança, o conjunto exclusivo de ferramentas programáveis ​​de edge da Azion pode ser exatamente o que você precisa para preparar o sistema de segurança de sua empresa para o futuro.

Entre em contato com nossos especialistas e experimente hoje mesmo.