1 of 20
2 of 20
3 of 20
4 of 20
5 of 20
6 of 20
7 of 20
8 of 20
9 of 20
10 of 20
11 of 20
12 of 20
13 of 20
14 of 20
15 of 20
16 of 20
17 of 20
18 of 20
19 of 20
20 of 20
INFOGRÁFICO

3 Tendências de cibersegurança para 2022

Quase dois anos após o início da pandemia, as empresas ainda estão sentindo os efeitos de uma cadeia de abastecimento radicalmente alterada, transformação digital acelerada e novos padrões de uso que causarão um efeito cascata nas leis de segurança cibernética, tecnologia e padrões de ataques ao longo de 2022. Sua empresa está preparada para se adaptar a essas tendências?

1. As leis mudaram

Novas sanções no Brasil, legislação nos EUA e iniciativas em outros países ao redor do mundo tornaram os padrões de como as empresas privadas devem lidar com dados e lidar com incidentes de cibersegurança mais rigorosos, exigindo políticas de compliance e segurança locais que se adaptem à geolocalização.

Tendência: Em 2022, isso vai impulsionar a adoção da edge computing para compliance local e segurança programável que se adapta à geolocalização.

2. A tecnologia mudou

A implementação comercial da 5G aumentou o uso de IoT, AI e outros aplicativos que requerem edge computing para processamento em tempo real e segurança de dados no edge da rede. Além disso, o trabalho remoto, a telemedicina e outros serviços digitais vieram para ficar, impulsionando a adoção da cloud e uma subsequente mudança de segurança local para modelos de segurança modernos, como o zero-trust.

Tendência: Em 2022, isso vai acelerar a adoção de:

  • Soluções de segurança de desempenho para aplicações 5G e next-gen

  • Aplicações, segurança e conteúdo no edge

  • Segurança zero-trust madura

  • Observabilidade para infraestrutura multi-cloud e híbrida

3. Os ataques mudaram

O crime organizado e o aumento do preço da criptomoeda diminuíram a barreira à entrada de DDoS e ransomware, resultando em ataques mais freqüentes e complexos, tais como "triple extortion" – extorsão tripla – DDoS de ransomware que não só ameaçam criptografar os dados das empresas, mas também vazam dados confidenciais e deixam as empresas fora do ar. Isso se agrava à medida que os ataques começam a visar a infraestrutura crítica e as cadeias de abastecimento. As empresas devem planejar proativamente para garantir o funcionamento de serviços de missão crítica e evitar pagamentos de resgate.

Tendência: Como resultado, 2022 provavelmente vai presenciar mais adoção de planos de proteção DDoS e suporte de missão crítica, bem como planos mais pró-ativos para evitar o ransomware e maior orquestração e automação para gerenciar políticas de segurança, especialmente porque os EUA consideram a legislação que exige das empresas a divulgação imediata dos pagamentos de ransomware.

Pesquisas mostram que seguir o modelo zero-trust durante a trajetória de transformação digital diminui significativamente a probabilidade de uma violação de dados (e também os custos caso ocorra uma violação), e que as empresas com tecnologia de segurança moderna e integrada têm mais probabilidade de ter políticas de segurança eficazes.

O Edge Firewall da Azion inclui Web Application Firewall, Network Layer Protection e DDoS Protection, como parte de uma estrutura de segurança moderna e integrada que pode ajudar sua empresa a implementar compliance de acordo com a localidade, criar políticas de segurança zero-trust, aumentar a segurança com ferramentas de análise de dados e oferecer suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana, de engenheiro para engenheiro

Para entrar em contato e saber mais, clique no banner abaixo.

iniciar

Acelere a modernização de sua aplicação agora.